Pudim de baunilha e caramelo

Um pudim de baunilha e caramelo delicioso, com consistência firme e aveludada. Irresistível!

Antes de mais, informo já que os mais gulosos vão adorar esta receita. É uma receita deliciosa e que, dificilmente ficarás apenas pela primeira fatia!

Acima de tudo esta é uma receita vegana, sem adição de leite ou ovos ou outro produto de origem animal. Além disso, é muito fácil e rápida de fazer, com ingredientes simples e não precisa de forno. Podes optar por fazer este pudim numa forma grande, ou então em taças individuais. Uma coisa te garanto, vai ser um sucesso independentemente da forma que o sirvas 🙂

O pudim de baunilha e caramelo é rei de qualquer mesa!

Sem dúvida que somos um país onde se vive e convive à mesa. Além de boa comida nos pratos principais, gostamos sempre de terminar a nossa refeição com um docinho. Da mesma forma, temos também uma tradição muito rica em sobremesas conventuais. No entanto, essas sobremesas conventuais são muito ricas em ovos. Desde ovos moles, molotofes, o famoso pão de ló ou os pudins de ovos, por exemplo. Tudo sobremesas tradicionais e bastante apreciadas nas nossas mesas. Contudo, são sobremesas com adição de muitos produtos de origem animal.

Assim sendo, e porque não podemos nem queremos deixar de comer aqueles pratos que gostamos, fazemos a adaptação para uma receita vegana. E, este pudim resultou de forma perfeita, sem dúvida alguma! E sim! É possível fazer um delicioso pudim sem adicionarmos ovos!

Qual o segredo para o pudim vegano perfeito?

Este é de facto um pudim muito simples de preparar e com ingredientes que existem em qualquer despensa. No entanto, para conseguir que este pudim solidifique sem usarmos ovos, precisamos de usar um ingrediente secreto: o agar-agar.

E o que é o agar-agar?

Assim, o agar-agar é um tipo de gelatina vegetal extraído de algas marinhas vermelhas. O seu aspecto comercial é de um pó fino branco (idêntico ao da gelatina em pó, por exemplo) ou em flocos. É também incolor e insípido, ou seja, não altera o sabor dos alimentos e também não derrete em temperatura ambiente.  Contudo, o seu preço é mais elevado do que a gelatina comum, de origem animal, porém como o ágar-ágar tem um poder gelificante 10 vezes superior que a outra gelatina, faz com que se utilize menos quantidade e compense o preço. Podemos encontrar à venda em supermercados mas, principalmente em lojas de produtos naturais/alternativos e em lojas online.

Se nunca usaste o agar-agar na tua cozinha, não te preocupes, pois é bastante simples. Ao contrário da gelatina comum, de origem animal, o  agar-agar deve ferver junto com um líquido, durante uns 2 minutos para que o seu poder gelificante seja activado.

Curiosidade!

Sabias que a gelatina de origem animal é feita a partir do colagénio dos ossos, tendões e pele de vacas ou porcos? Esta gelatina está presente em inúmeros produtos como pastilhas, iogurtes, gelados, charcutaria como o fiambre e salsichas, vários cremes doces ou salgados, gomas, etc, lê a lista de ingredientes das embalagens se não queres usar a gelatina animal.

 

Por fim, mais abaixo podes ver o passo a passo da receita bem como a lista completa de ingredientes.

Mas se preferes ver o vídeo, acede às redes sociais e assiste à preparação na integra!

Vai lá espreitar! 😉

Tempo de preparação: 20 minutos 

Tempo de preparação: 25 minutos 

Refrigeração: 6 horas ou de um dia para o outro (recomendado)

Doses: 8

Ingredientes
  • 1 litro de leite de soja sabor a baunilha
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha (ou aroma)
  • 4 colheres de sopa de amido de milho (36 gr.)
  • 1 colher de sopa de agar-agar ( 7 gr.)
  • 2 colheres de sopa de caramelo líquido
  • 1 chávena de açúcar amarelo ou mascavado ( 190gr.)
  • Caramelo líquido q.b. para a forma.

Instruções
  1. Em primeiro lugar, começa por colocar o caramelo numa forma com cone, ou por outras palavras, aquelas que fazem o buraco no meio.
  2. De seguida, numa tijela, coloca o amido de milho e um pouco de leite e mistura bem.  Mexe até estar totalmente dissolvido. Reserva.
  3. Depois, num tacho deita o restante leite, a baunilha, o amido dissolvido (mexe antes), o caramelo, o açúcar e o agar-agar. Mexe bem até estar tudo bem dissolvido.
  4. Agora leva o tacho ao fogão, e vai mexendo até começar a ferver. No entanto, cuidado nesta etapa pois o leite pode subir muito, arrufar e podes queimar-te. Assim, controla a intensidade do fogão e assim que começar a ferver, conta 2 minutos, para activar o agar-agar.
  5. Assim que tenha fervido o tempo atras mencionado, despeja, devagar, o líquido na forma. Deixa arrefecer e assim que esteja  em temperatura ambiente, leva ao frigorífico por umas horas ou de um dia para o outro, de forma idêntica ao que costumo fazer.
  6. Entretanto para servir, deves virar a forma para um prato com rebordo para não cair o caramelo. No entanto, se vires que o pudim não cai para o prato, auxilia-te de uma faca e insere-a na lateral de modo a que entre um pouco de ar até à base do pudim. Assim que entrar ar, perde o vacuo e o pudim cairá logo, cuidado para não te sujares com possíveis salpicos de caramelo.

Por fim, tens um guloso pudim de baunilha e caramelo! Delicia-te e adoça a vida de quem mais gostas!

 


Experimenta esta receita e deixa um comentário abaixo, no entanto, não te esqueças de nos marcares nos seus posts de Instagram ou Facebook com @donaclementinavegan, vamos adorar saber a tua opinião e ver os teus dotes culinários! 

Muito obrigada por estares aqui connosco e nos apoiares!
Estamos aqui também para ti!

 Léa 🙂

Gostas de Bolos?

Gostava de te oferecer algo que vais gostar!